08/09/17

Happy 8th Anniversary


Desnuda a tua vida para mim
Conta-me tua historia
Canta-me tuas memorias
Traduz a tua alma
Entrega-te ao meu toque
Tenho calma...
Nua
Todas as fases da Lua


Desnuda a tua vida para mim
Fala-me de Amor
Teus desamores
Por onde andas
Como te expressas
O que te encanta


Desnuda a tua vida para mim
Eu sem pudores
Temores Ausentes
Assim
Desnudo a minha... shhhhh...so para Ti


Picture in http://sandvand.net


09/09/16

Not Delivered Anniversary

Há beleza
Nas pequenas coisas do dia-a-dia
Neste teu sorriso
No Adeus de ontem
No que nunca encontraste
E nas dúvidas que tiveste
De que este é o momento
Escolheste certo
Errado seria não avançar
Entre tudo o que não fostes
Ainda é mais belo o que és
Há beleza em voltar para trás
Quando borboletas existem
São reais?
Há beleza no minuto em que sabes
Que a tua verdade te faz
Te traz
Te leva
Te deixa...onde queres estar
Há beleza em redescobrir
Que tudo era diferente do que sentias... e ainda assim nao partiste
Nunca negaste
Lutar...Amar...Sentir...Magoar...Ser o que nunca foste
A procura
O deserto
Há beleza neste incerto
Deste meu Eu... Teu Tu
Nosso Nosso
O encontrar
Perder-se
Há beleza em seres o que escolhes
O que foste...o que és...o que serás

01/04/16

Me: Say something romantic to me...
She: I am not romantic...
Me: Well, if you want to be my girlfriend you should start practising. At the end of the day, romantic is just a word for " be spontaneous, say and do what you feel deep in your heart".

by V. I. Medina

10/03/16

Lip Service


Lip Service Screenshoots by IMedina








No, you silly...How could I ever be afraid of starting over? The refreshing breeze of reborning without losing the knowledge and experience gained in years of life fully lived...and do better than before? No, I don't want to be 20 again. I want to be exactly who I am now. What scares me is to be sucked in a boring routine where I repeat myself everyday without a chance of self improvement, reinventing and reaching my potential. Everyday is a fresh start and a brand new taste of the colours of live...of Me.

By Isabel Medina

"I take you seriously..."



"...is not easy....but I take you seriously"
Kalinda and  Lana In "The Good Wife"_
Screenshot by IMedina

29/12/15

Nosso (Ours)

Sinto tua falta. Sinto. Profundamente. Falta de teu olhar. Teu toque. Teu beijo mágico. Tinha medo...e passou. Assim que começou. O Nosso. Como dizes. Sinto. Tua presença. Tua voz perto de mim. Tua calma. Tua paciência. Tua dedicação. Tudo em ti. Sinto falta. de descobrir pequenas coisas a cada dia. A cor dos teus olhos. Não é um castanho qualquer. É único. Doce. Como tu.
Sinto.... saudades de ti. De mim contigo. Nossas conversas. És tão minha Amiga. Companheira. E eu sou tua também. Obrigada. Por me fazeres acreditar. De novo. Sinto falta. de teu corpo. Tua pele. Tuas mãos. Tua língua. Não tenho pudores. Sou tão Mulher contigo. Sinto falta. De tua Luz. Teu brilho. Tua inteligência. Tua arte. Teu Humor. Nosso Amor. Tua forma de estar. Teu Ser. Teu viver.
Sinto...Frio. Tristeza. De pensar que possa passar. Que seja o que foi e nada mais. E termine numa lembrança. Que não seja mais. Que não te tenha mais. O Nosso. Morro um cadinho todos os dias porque te sinto a ti e a nós...tanto. E não estamos juntas.

 To N.
V. Isabel Medina
O Nosso by Nós

McBealism

"I think I need to believe that it works. Love. Couplehood. Parternship. The idea that when people come together, they stay together. I have to take that with me. When I´m going to bed at night, even if I'm going to bed alone. That´s a McBealism."

By Ally McBeal

Akua Naru - A touch of heaven


from your eyes an iceberg my heart may seem.....but make no mistakes, a burning flame feeling all as deep as the ocean it is

V. Isabel Medina

09/09/15

Happy Anniversary NOT DELIVERED OUT&PROUD_HAPPY BLOG


Hoje, seis anos depois de começar a escrever neste Blogue, comemoro mais um aniversário.
Hoje Brindo ao Ser Real .

Assumir a minha opção sexual e emocional – sim, porque para mim mais do que a identificação sexual, é a ligação emocional e o desejo, melhor, o sentir-se confortável e plena em estar numa relação com alguém do mesmo sexo, foi um dos maiores passos que dei até hoje em direcção a tornar a minha Vida Real, com sentido.

Sim, sou Gay, sou Lésbica.

A forma como eu assumi foi provavelmente  infantil, inconsequente. Mas não o soube fazer de outra forma. Nem pedirei desculpas por isso. Se fosse hoje faria diferente….Não sei como, para ser honesta. Mas faria.

Sempre soube. E sempre neguei. Houve alturas em que brinquei sobre o assunto. Um teste a mim e a quem me rodeava, talvez. Tinha medo, vergonha, tristeza por não me entender, solidão por receio de não ser entendida, sufoco emocional.

Houve momentos em que pensei ser bissexual. Há segundos em que desejo ser heterossexual. Não voltar para o armário, mas ser puramente heterossexual. Porque parece a opção mais simples e a que parece fazer feliz e confortável muitas pessoas à minha volta.

Acho engraçado mulheres que dizem estar cansadas dos homens e que querem ser lésbicas, por ser mais simples. Insane my Ladies. Tudo o que faz ser bonito amar uma mulher é o que o faz complicado também. São todas diferentes, intensas…complexas….seres que se entregam de uma forma única e afastam (se) de forma cruel.

Mas, mesmo quando estou numa relação que não resulta, mesmo quando alguém me magoa, continuo com a certeza de que quero encontrar uma Mulher, fazer uma família e estar apenas com ela para o resto dos meus dias.

Continuo a mesma pessoa – as roupas que uso, o perfume de que gosto, os cortes de cabelo, minha paixão pela música, cinema, poesia, fotografia, comida, vinhos. Ainda choro. E sofro profundamente. Sou  sensível demais. Melancólica por natureza. Alegre e triste. Divertida e séria. Privada. Um pouco aventureira. Lazy. Adoro perder as minhas horas a dormir. Teimosa. Sou dedicada à minha carreira. Chata. Intensa. Apaixonada. Romântica. Amo amar. Amo o amor. Entrego-me, dou chances às pessoas. Sou aberta a elas e às coisas. Carinhosa e doce. Capaz de gestos genuínos. Humilde. Espontânea. Mas também cheia de regras e leal aos meus valores e princípios. Sou dura comigo mesma. Sei dos meus defeitos e raramente perdoo meus erros. Mas também sei do meu lado bonito. Amo minha Família e meus Amigos, da mesma forma que sempre amei. Minhas Amigas são apenas amigas e não tenho nenhum outro tipo de interesse nelas. Sequer gosto ou penso em estar com todas a mulheres com quem me cruzo. Se elogio uma mulher não significa que me sinta atraída por ela. Consigo olhar para um homem e achá-lo bonito fisicamente. Não, não tenho mágoa nenhuma em relação aos homens. Mas sim, consigo viver sem um.

Mesmo chegando cá hoje, e fazendo este brinde, sinto ter tantas pequenas batalhas ainda. Com meu eu, minha famíla, meus amigos, os lugares onde vivo, as pessoas com quem me cruzo. Na maior parte das vezes não sei o que dizer, fazer, como comportar-me. Outras fico furiosa ao constatar como as pessoas pensam, inclusive as que amo acima de tudo.

Mas declaro aqui:

Não existem arrependimentos. Não existe qualquer possibilidade de volta atrás.

Assumir a minha sexualidade/emocionalidade, deu-me asas.

A minha (re)descoberta maior.

Assumir que sou Gay,

Não é ser diferente do que sempre fui.

É simplesmente ser mais Eu, mais o que sou.

Mais… e sim, é tão simples quanto isso – Feliz!
Que vergonha poderá haver nisso?

 
by Vânia Isabel Medina


25/08/15


Meu lugar preferido/Nos teus braços

………………………………..Conto minutos
Meu momento proibido/Nos teus abraços
…………………………………Descobrir-te
……………………………….É conhecer-me
O que eu não sabia ser/O que eu não entendia querer
Pareces perto/Quando me embalas com teu riso
Renasce em mim o sorriso/Pareces certo
Mais que real…estou no ir/Teu olhar
Neste prazer de nos sentir/De nos esperar
………………………………A nossa viagem
……………………………...Dentro de nós
………………………………Meu teu corpo juntos
Meu lugar preferido/Meu momento proibido
To N.

by V Isabel Medina

Já não sei escrever…apenas sentir. Já não quero dizer. Apenas tocar. Fazer-te. Fazer-me a ti. Em ti. Adoro enroscar-me na tua pele. Basta-me pensar-te. Em mim. Dentro de mim. Abraçada.  Vibro. Enlouqueço. Intenso. Esqueço. Do que sou. E lembro-me do que me fazes ser. Tu me manques. Quero. Quero-te toda. Para mim. As horas. São segundos agora. Vamos embora. Faço meu mundo contigo. Falo. Ouço-te. Encanta-me…a tua voz. Teu riso. Meus olhos morrem nos teus. Renascem. Caliente. Sou tua. Tudo que eu queria. És minha. Delícia esse teu beijo. Teu seio. Tuas mãos. Teu corpo. Meu pouso. Repouso. Paz. Canso. Descanso. Mais e mais e mais e mais. Nem preciso pedir. Fazes-me sorrir. Acreditar. Voar. Já falei que adoro este teu rosto? Entra em mim. Deixa-te estar. Não vás. Não tragas. Mais ninguém. Só eu. E tu. Minha. Amiga. Companheira. Mulher. Te gosto. Sou tua. All yours. Já sabes.

 

                                                                          Que vais fazer acerca disso?
by V. Isabel Medina